sexta-feira, 21 de março de 2008

A FELICIDADE E O SABOR DAS COISAS

Você aproveita os momentos? Sente as sensações, percebe os cheiros? Quando chove, você simplesmente corre, ou agradece a Deus pela água que refresca? A verdade é que quase sempre temos tudo que precisamos para sermos felizes ao nosso redor e ainda assim não prestamos atenção!

Neste texto, falarei especificamente da alimentação...Gostaria que você fizesse uma reflexão: como é feita a sua refeição? Que tipo de alimentos prefere? Come rápido? Pode parecer que não, mas tudo isso influencia: o tipo de alimentos, o seu nível de stress durante a alimentação, e a velocidade com que você come!

Mastigue 50 vezes antes de engolir, SINTA o sabor da comida. Ao fazer uma refeição, esqueça os problemas. Dedique-se unicamente àquele momento, o prazer de se alimentar; faça dali o seu momento sagrado. Concentre-se apenas nos sabores e cheiros, e na boa companhia de quem está se alimentando no mesmo momento que você! Lembre-se que um momento nunca é igual ao outro e, ao desperdiçar um, poderá até encontrar um parecido, mas nunca será idêntico! Por isso, aproveite cada refeição sua como se fosse a última!

“Márcio, o que devo comer, então?!”... Veja bem, não sou especialista, mas sei que evitando cafeína, comento frutas e evitando gorduras em excessos, nosso corpo reage de forma melhor e por isso ficamos bem! Procure começar por aí e veja um nutricionista para te orientar melhor! No começo é difícil mudar hábitos alimentares, mas saiba que tudo tem um preço e um prazer. E o o bem estar que você encontrará após tomar esse tipo de cuidado é algo simplesmente divino e maravilhoso de se descobrir!

Com carinho,

Márcio Aragão

Um comentário:

Luciano disse...

Pois bem,

Já ouvi falar de um movimento mundial chamado slow food onde tentam contra-atacar o fast food. Fazer as pessoas saborearem a comida e terem prazer em curtir o momento. Muito bom! Concordo plenamente! Abração