sábado, 27 de dezembro de 2008

REMANDO CONTRA A MARÉ

É complicado seguir uma tendência que não é a da maioria. Quantas vezes já se sentiu diferente, excluído ou sozinho, por não agir de acordo com a maioria? Tenho certeza que pelo menos uma vez... O que fazer nessas horas? Anular-se? Fingir ser o que não é? É bem verdade que o ser humano é um ser social e que para tanto deve ser maleável, mas é necessário saber o limite entre a maleabilidade e a anulação de personalidade pois, conforme já disse em outro texto aqui no blog, anular-se pode, inclusive, AFASTAR as pessoas. O "ponto ideal", na minha humilde opinião, é aquele em que a convivência com os outros torna-se saudável e não "fere" a nossa personalidade. Como fazer isso? Conheça BEM a si próprio e veja quais pontos você pode abrir mão, ( que são aqueles que não vão de encontro aos seus valores) e faça isso, quando necessário; quanto ao restante, defenda-os com "unhas e dentes", afinal, como também já foi dito aqui, os outros TAMBÉM têm de te aceitar como você é! Ninguém é melhor ou pior do que ninguém!

Com carinho,

Márcio Aragão

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

A LINHA ENTRE VOCÊ SER LEGAL E FAZER PAPEL DE BESTA É MUITO TÊNUE

Meus amigos e amigas, venho agora por esse texto, me dirigir a vocês para discutirmos e raciocinarmos, juntos, sobre um tema muito importante: até onde devemos ser maleáveis em nossos relacionamentos, sejam eles de amizade, namoro, casamento, enfim, QUALQUER tipo de relacionamento? Porque, digo por experiência própria, tentar ser bonzinho demais também afasta as pessoas... Fazer TUDO que as pessoas querem, também afasta as pessoas... Porque? Porque isso passa a imagem que nós não temos personalidade, que não temos garra para defender nossas opiniões e, consequentemente, muitas pessoas interpretam isso como um sinal de fraqueza. Demorei para aprender isso, mas aprendi, e quero compartilhar com VOCÊ, que ainda não conseguiu enxergar as coisas a esse modo. A informação está aqui, e espero que use-a da forma que melhor se adequar à sua vida.

Veja que não digo que não devemos nos adaptar às diferenças e excentricidades das pessoas que convivemos, até porque isso por si só geraria um caos tão gigantesco que qualquer tipo de relacionamento seria simplesmente impossível! O que quero dizer é que as adaptações devem ser feitas dentro de limites, afinal, a pessoa TAMBÉM tem de te aceitar do jeito que VOCÊ é! Jamais anule-se por outra pessoa, ou coloque-a em um pedestal, pois não há ser humano que mereça esse lugar. Todos são iguais e TODOS devem se adaptar uns aos outros, sem perder a sua essência. Pense nisso cuidadosamente.

Com carinho,

Márcio Aragão

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

"Para ser bom, acerte sempre, para ser ruim, erre apenas uma vez"

Esse foi um dos conselhos que meu falecido pai me deu, e confesso que, embora cruel, reflete a triste realidade do mundo hoje.  Porque isso acontece? As pessoas exigem perfeição e se falhamos, no mínimo, ficam com o famoso "pé atrás". É preciso entender que nem Jesus agradou a todos e nós, como humanos que somos, estamos sujeitos a erros. Importante: O QUE DEFINE O CARÁTER DE UMA PESSOA NÃO É A QUANTIDADE DE ERROS QUE ELA COMETE, MAS SIM SE ELA TEM A CAPACIDADE DE APRENDER COM ESSES ERROS.

Tenha a capacidade de perdoar e lembre-se que da mesma forma que aquela pessoa errou com você, você provavelmente já errou com ela. Qualquer tipo de relacionamento, seja namoro, amizade, coleguismo, consiste em troca de experiências e aprendizado. Pense nisso.

Com carinho,

Márcio Aragão

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

MUDANÇA

A mudança sempre é  algo difícil e muitas vezes doloroso. E o pior? As "benditas" recaídas ( por recaídas entenda aqueles momentos em que você exclama "CONSEGUI" e logo depois BUM, está agindo exatamente da mesma forma que antes da "mudança"). Não sei o que é pior, se encarar a mudança do zero, ou achar que mudou e se decepcionar com uma frustrante recaída. Mas meu amigo e minha amiga, não se desespere se isso estiver acontecendo com você nesse momento. Segundo o psiquiatra Augusto Cury, autor de vários livros de auto-ajuda, uma vez que uma informação entra em nossa mente, ela jamais pode ser apagada, mas somente reeditada... ( por exemplo, se vc por algum motivo associa uma barata a um monstro devorador de gente, essa informação sempre estará lá, nunca deixará de existir, mas pode ser mudada, reeditada). Não sou psiquiatra nem nada do tipo, sou apenas um jovem de 22 anos mas, penso eu, essa é a principal ( e talvez única) causa dessa batalha árdua para causarmos mudanças em nossas atitudes, mudanças essas muitas vezes vitais para nosso bem-estar INDIVIDUAL e SOCIAL. Afinal de contas, não adianta estar apenas bem consigo mesmo pois existe uma verdade universal: O SER HUMANO É UM SER SOCIAL! Mas é verdade que você estando bem com você já é 80% do necessário para estar bem com a sociedade! Enfim, voltando às mudanças: "água mole, pedra dura, tanto bate até que fura", já ouviu esse ditado, não? Pois é, isso vale para as mudanças também... Você tentará mudar, terá recaídas, isso durante muito tempo, mas então, quando você menos espera, a "mágica" acontece: seu cérebro finalmente assimila a mudança; seu cérebro tem aquela determinada informação "reeditada". Só exige tempo, perceverança e paciência! Não tem grande segredo, e VOCÊ PODE! Não desista ok?! Muitas vezes quando retornamos pelo caminho que viemos deixamos de dar o passo final e último necessário para chegarmos ao nosso destino.

Com carinho,

Márcio Aragão

 

domingo, 23 de novembro de 2008

UMA BATALHA ÉPICA

Faz MESES que não escrevo nada aqui, mas sinto que está na hora de voltar a cansar os dedos :)

Como tema para a volta do TEMOS QUE NASCER PARA SER à ativa, eu gostaria de abordar uma batalha épica que todos nós travamos em nossas vidas. A sociedade impõe um padrão e todos aqueles e aquelas que não se encaixam nesse padrão, sentem-se peixes fora d' água ( com o perdão do cliché da frase). Muitas pessoas ( não todas) são egoístas e ponto de que tudo que conseguem olhar é a sua própria imagem "Ah, EU sou assim, quem quiser que me aceite" ou "Tá achando ruim? Que se exploda!". Tenho certeza que você, meu querido amigo e minha querida amiga, já ouviu algo parecido. Advinha? EU TAMBÉM! E sabe o que mais? Aposto como muitas vezes você já pensou em agir dessa mesma forma, para se encaixar ou se proteger, e fica frustrado(a) por não conseguir, por isso vai de encontro aos seus princípios? Sbe do que mais? ATÉ BEM POUCO TEMPO, EU TAMBÉM!! E quer saber de uma coisa? Eu sou uma pessoa que sempre procura ajudar aos outros, que se importa com os outros e se você é assim, NÃO TENHA MEDO DE SER ASSIM! AS DIFICULDADES SURGIRÃO, AS PESSOAS NÃO ACREDITARÃO EM VOCÊ, MAS SEJA FORTE! SEJA UM ESCUDO CONTRA ESSAS LANÇAS! SABE PORQUE? Porque se o mundo tivesse mais pessoas assim, com certeza seria um lugar melhor! E DIGO MAIS! Quem erra tem vergonha de errar sozinho, e tenta induzir os outros a fazerem seus mesmos erros. Eu não sou perfeito, longe disso, e nem você, mas eu não vou desistir da minha vontade de ajudar aos outros nem da minha constante preocupação de fazer com que os outros se sintam bem, apesar das constantes críticas que recebo. E você?!

Com MUITO carinho!

Márcio Aragão

quarta-feira, 16 de abril de 2008

A FELICIDADE REALISTA

Olá, estou em época de provas na faculdade, e por isso ñ estou atualizando o blog como deveria, mas recebi este texto por e-mail, e gostaria de dividí-lo com você.

(Mário Quintana)

A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio. Dinheiro é uma benção. Quem tem, precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade. Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. Olhe para o relógio: hora de acordar É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. Isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não... FELICIDADE!!!

domingo, 13 de abril de 2008

PARA REFLEXÃO...

"Viva o hoje como se só existisse o hoje"

Com carinho,

Márcio Aragão

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Sonho

Pessoal, daqui para sexta colocarei novo texto, enquanto isso, gostaria de deixar uma frase para reflexão:

"O sonho é algo que se conquista, não que se ganha"

Com carinho,

Márcio Aragão

quarta-feira, 2 de abril de 2008

ANSIEDADE

Primeiramente gostaria de me desculpar com você pelos dias em que fiquei sem atualizar este blog. Mas agora que estou aqui, quero conversar um pouco com você sobre um assunto que provoca muita infelicidade nas pessoas: a ansiedade.

Sempre que queremos algo, o queremos imediatamente. Falta-nos paciência para esperar o tempo necessário que aquele objetivo pede... Mas calma, não sinta culpa por causa disso! É normal a expectativa por algo que nos fará bem! O que não pode acontecer é a coisa crescer de tal forma que a espera seja uma tortura!

“Márcio, como controlo isso?”

Bem, existem várias maneiras e a que eu gosto de usar é pensar que, pode ser que eu não consiga o que eu quero no EXATO MOMENTO que eu quero, mas eu SEMPRE CONSIGO o que eu quero! É isso! Pode ser hoje ou daqui a 10 meses, eu sempre vou conseguir, e você também! Tenha isso em sua mente e você vai sentir melhor!

O que nos aflige é o medo de, por demorar demais, não conseguirmos o que queremos; não pense dessa forma! SAIBA que você é capaz de atingir todos os seus objetivos, e SAIBA que se ainda não aconteceu , VAI ACONTECER EM UM FUTURO PRÓXIMO!

Com carinho,

Márcio Aragão

sexta-feira, 28 de março de 2008

O conceito de GUERREIRO ESPIRITUAL

Para evitar mal entendidos :)

O Guerreiro Espiritual é aquela pessoa que segue uma série de princípios que permitem o seu bem-estar e proporciona conhecimento para ajudar os outros

OS PRINCÍPIOS DO GUERREIRO ESPIRITUAL

- O orgulho é para os fracos, a humildade, para os fortes;

- Não são os aplausos dos outros que te farão feliz, mas sim os aplausos da sua própria consciência;

- Não é por você fazer que as pessoas precisem de você que você será querido(a), mas sim quando elas vierem até você pelo simples prazer da sua companhia;

- Se mostrar invulneravel não é ser forte, mas a verdadeira força reside em conhecer a sua vulnerabilidade e enfrentá-la!

- O Guerreiro deve ser sábio;

- Seu coração tem muitas virtudes;

- Sua força defende os oprimidos;

- Seu poder apóia os fracos;

- De sua boca só sai a verdade;

- Sua fúria erradica a maldade;

- Sua "espada" enfrenta a tristeza;

- Seu corpo é uma armadura contra o mal;

Com carinho,

Márcio Aragão

terça-feira, 25 de março de 2008

A JORNADA

Todos nós queremos sempre algo. E esse "algo" quase nunca vem de uma forma fácil, porque sempre é preciso esforço para chegar às coisas realmente importantes!!
Muitos, porém, desistem pela jornada árdua que devem enfrentar até, por exemplo, conseguir lançar um livro, ou conseguir a pessoa amada... Como resolver isso? Como conseguir ser persistente?! Não é tão simples, mas o Guerreiro Espiritual (você, em um futuro muito, MUITO próximo!!!)consegue sempre encontrar o amor e a alegria naquilo que ele faz, e no tempo que ele leva para conseguir o que quer, por lembrar-se sempre de uma frase muito importante: "A felicidade está na jornada, não no destino".

Com carinho,

Márcio Aragão

domingo, 23 de março de 2008

FRASES QUE AJUDAM II

Pessoal, algumas frases minhas que acredito que poderão levá-lo(a)s à alguma reflexão:

- O orgulho é para os fracos, a humildade, para os fortes;

- Não são os aplausos dos outros que te farão feliz, mas sim os aplausos da sua própria consciência;

- Não é por você fazer que as pessoas precisem de você que você será querido(a), mas sim quando elas vierem até você pelo simples prazer da sua companhia;

- Se mostrar invulneravel não é ser forte, mas a verdadeira força reside em conhecer a sua vulnerabilidade e enfrentá-la!

Com carinho,

Márcio Aragão

O CÓDIGO DE HONRA DO GUERREIRO ESPIRITUAL

O Guerreiro Espiritual é aquela pessoa que segue uma série de princípios que permitem o seu bem-estar e proporciona conhecimento para ajudar os outros:

- O Guerreiro deve ser sábio;

- Seu coração tem muitas virtudes;

- Sua força defende os oprimidos;

- Seu poder apóia os fracos;

- De sua boca só sai a verdade;

- Sua fúria erradica a maldade;

- Sua "espada" enfrenta a tristeza;

- Seu corpo é uma armadura contra o mal;

Com carinho,

Márcio Aragão

sábado, 22 de março de 2008

FRASES QUE AJUDAM

O que importa é o AGORA. O passado já aconteceu e o futuro ainda é incerto. Concentre-se a cada momento, exclusivamente no AGORA e você atingirá a felicidade e ficará surpreso(a) com a quantidade de coisas que pode fazer e o QUÃO BEM pode fazê-las!

É preciso muito pouco para ser feliz. A felicidade está dentro de nós e não nas coisas materiais ou na opinião alheia. O ponto de partida está na nossa essência ... descobrir isso é maravilhoso, e vivenciar, mais ainda!!!!

Com carinho,

Márcio Aragão

OS PROBLEMAS E A VIDA

Como está se sentindo hoje? Bem? Espero que sim... A verdade é que todos temos muitos problemas, e tendemos a achar que SÓ NÓS somos os "privilegiados". Porém, como você deve saber, isso não é verdade! Gosto de pensar nos problemas como desafios. Eles servem para nos testar; são como o martelo que tempera o metal para forjar a espada! Batem e batem em nós, e se soubermos "receber as pancadas", iremos "temperar" e nos tornarmos uma verdadeira espada contra os problemas!

Nunca olhe para você como um(a) pobre coitado(a). Jamais cultive a auto-piedade! E lembre-se do famoso ditado: "Do fundo do poço, só tem saída POR CIMA!"

Com carinho,

Márcio Aragão

sexta-feira, 21 de março de 2008

A VERDADEIRA FUNÇÃO DO RELACIONAMENTO PAIS/FILHOS

ESTE TEXTO FOI ESCRITO PELA MINHA QUERIDA SOBRINHA Micaela Aragão ( E DEVO DIZER QUE FIQUEI SURPRESO COM O DESEMPENHO DELA! PARABÉNS!)

No mundo onde vivemos,onde os valores são invertidos,os problemas familiares não é privilégio para ninguém,ele é apenas conseqüência do convívio ou da falta deste.

Quando será que surgem os problemas familiares?Eu realmente não posso responder,mas posso dizer de uma maneira bem GENERALIZADA que muitos aparecem por às vezes sermos condicionados a algo que não queremos ou não acreditamos.

Amor de pai e filho ,não pode e nem deve ser cego,mas sim incondicional!Que amor é esse que não aceita as diferenças?As mudanças? Se os filhos não podem ser imperfeitos com os pais, com quem mais eles seriam?E os pais se não poderem ser reais com os filhos, com quem mais eles seriam? Filhos não devem ser a continuação da vida de seus pais, pais não devem ser os heróis, nem tão somente serem PERFEITOS. A palavra chave para conviver bem evitando maiores problemas é ACEITAR.

Acredito também que deveríamos deixar de sermos tão críticos e passarmos a ser mais realista,pararmos de idealizar alguém para que não nos frustremos e nem frustremos os sonhos ou ambições de alguém.

Em um problema familiar entre pais e filhos,quem seriam os mocinhos ou quem seriam os vilões?Adianto de antemão que não existe esses extremos, relações de pais e filhos, é simplesmente relações de pessoas humanos onde todos os erros são esperados e até mesmo perdoáveis.

As experiências vividas pelos pais podem sim servir de conselho ou até mesmo modelo para os filhos, mas nunca devem ter a mesma intensidade ou significado para eles. Refletindo para que viemos nessa vida, implica que foi para se viver,dessa maneira cada um deve passar por suas próprias experiências e assim amadurecer conforme o que se foi VIVIDO,e não DITO.

Por outro lado, não podemos ignorar a importância dos pais na vida de um filho, digo e repito, não basta viver com eles, é preciso conviver. Então para vocês que são pais, é muito provável que vocês vejam seus filhos darem uma passo à frente ao fracasso, mas lembrem-se do livre arbítrio, pois não adquirimos este com o tempo: ele já nasceu com todos nós.

No entanto vocês filhos, não deixem de escutar seus pais, nunca, acreditem com toda a intromissão e com toda a vontade de protegerem vocês ao ponto de sufocar,mesmo quando se colocam contra as suas vontades,é com eles que vocês vão contar,em outras palavras em qualquer furada que você se meta,são seus pais que seguraram a onda(por isso os vemos como heróis),aprendam a dialogar,colocar seus limites,seus sonhos,mas não esqueçam que vocês devem respeito a eles,dialogar é tentar chegar em um consenso sem querer impor nada.

Afinal a família sempre foi a base de nosso sociedade e a base de nosso bem estar. Não existe um sofrimento solitário;na família o sofrimento é solidário,todos sofrem juntos,não se distanciem um dos outros.

Enfim como eu já havia dito,isso é de uma maneira generalizada,mas levem sempre com vocês algo básico,independente de qualquer coisa,a existência na terra é um dado educativo ou reeducativo,não tenham medo dos erros ou das grandezas, e não só pelo amor com que amamos ou com que esperamos ser amados,e sim para saber que é preciso PERDER para VENCER.

A FELICIDADE E O SABOR DAS COISAS

Você aproveita os momentos? Sente as sensações, percebe os cheiros? Quando chove, você simplesmente corre, ou agradece a Deus pela água que refresca? A verdade é que quase sempre temos tudo que precisamos para sermos felizes ao nosso redor e ainda assim não prestamos atenção!

Neste texto, falarei especificamente da alimentação...Gostaria que você fizesse uma reflexão: como é feita a sua refeição? Que tipo de alimentos prefere? Come rápido? Pode parecer que não, mas tudo isso influencia: o tipo de alimentos, o seu nível de stress durante a alimentação, e a velocidade com que você come!

Mastigue 50 vezes antes de engolir, SINTA o sabor da comida. Ao fazer uma refeição, esqueça os problemas. Dedique-se unicamente àquele momento, o prazer de se alimentar; faça dali o seu momento sagrado. Concentre-se apenas nos sabores e cheiros, e na boa companhia de quem está se alimentando no mesmo momento que você! Lembre-se que um momento nunca é igual ao outro e, ao desperdiçar um, poderá até encontrar um parecido, mas nunca será idêntico! Por isso, aproveite cada refeição sua como se fosse a última!

“Márcio, o que devo comer, então?!”... Veja bem, não sou especialista, mas sei que evitando cafeína, comento frutas e evitando gorduras em excessos, nosso corpo reage de forma melhor e por isso ficamos bem! Procure começar por aí e veja um nutricionista para te orientar melhor! No começo é difícil mudar hábitos alimentares, mas saiba que tudo tem um preço e um prazer. E o o bem estar que você encontrará após tomar esse tipo de cuidado é algo simplesmente divino e maravilhoso de se descobrir!

Com carinho,

Márcio Aragão

quinta-feira, 20 de março de 2008

FELICIDADE

O mundo hoje é composto em sua maioria por pessoas com valores deturpados. “Ah, se eu conseguir comprar o carro que há tanto desejo, serei feliz!”... Quantas vezes você já ouviu essa frase? Creio que você mesmo já tenha pensado desta forma pelo menos uma vez na vida! Agora, pense e responda: ao atingir seu objetivo, conseguiu a felicidade? Provavelmente “não” será a sua resposta e imagino que fique pensando o PORQUÊ de SOMENTE VOCÊ não conseguir a tão sonhada felicidade! Talvez eu tenha a resposta: condicionar a felicidade a um fator exterior a você não trás felicidade verdadeira, mas alegria momentânea, pois é impossível se apegar a fatores externos eternamente. Quando tudo perde o brilho e se torna apenas mais uma meta alcançada, surge um novo objetivo de vida, uma nova “condição para felicidade”, que mais uma vez causará frustração à pessoa, pois terá o mesmo efeito que o objetivo anterior. “O que fazer então, Márcio?” você deve se perguntar. Resposta: procure a felicidade no seu interior.

A felicidade está dentro de nós, e por mais clichê que seja essa frase, ela é uma das verdades mais puras da face da terra! Já reparou quantas pessoas sem quase nenhum bem material aparentam ser mais felizes que muitos ricaços? Essas são pessoas que sabem apreciar os momentos e encontram riqueza onde aparentemente só há lixo. Aparentemente! Você presta atenção aos momentos? Percebe o que acontece ao seu redor? Percebe a folha de grama brotando corajosamente em meio ao sertão? Reflita bastante sobre isso!

Não condicione sua felicidade aos fatores externos; encontre-a no canto mais escondido da sua alma e permita-a sair ao menor estímulo: a brisa suave que bate no seu corpo, o cheiro do mar, o sorriso de uma pessoa querida! E LEMBRE-SE: Conseguindo ou não atingir a seus objetivos, VOCÊ É MUITO ESPECIAL DE QUALQUER FORMA!

Com carinho,

Márcio Aragão