quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

SERENIDADE

Hoje conversei com um professor, que é uma pessoa que aparentemente está sempre tranquila, e perguntei-lhe o segredo de tanta serenidade, pois "QUERIA TER AO MENOS 60% DELA!". Ele sorriu e me respondeu: "Trabalho, meu amigo. Trabalhe-se e será sereno! PRÁTICA é o segredo!". Após refletir um pouco, dei-me conta do óbvio: da mesma maneira que muitas vezes somos educados pra sermos agressivos e reagirmos de forma ostensiva a qualquer ofensa para não nos sentirmos diminuídos ou humilhados, também podemos nos educar para o oposto. Saiba que VOCÊ controla sua mente. EM TUDO!

Com carinho,

Márcio Aragão

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

MEDO

O Medo é uma poderosa ferramenta de opressão utilizada por pessoas manipuladoras. Aquelas pessoas que acham que tem algum poder de decisão sobre você ( e até tem, mas nada que vá deixar-lhe particularmente chateado pelo resto da vida!) e pela falta de argumentos e até mesmo de "tato", conquistam o que querem por meio de ameaças. LEMBRE-SE que você é o(a) senhor(a) da sua vida, e ela só pertence a dois seres em todo este vasto Universo: você e Deus. Tome suas decisões por si só, pois esta é a única liberdade real que se tem. Aceite as consequencias e lide com elas da melhor maneira possível. Poderá enfrentar tempestades de imediato, mas em breve os mares tornarão-se mais calmos. E o mais importante: seu coração estará em paz.

Com carinho,

Márcio Aragão

VOLTANDO!

Há algum tempo tomei esta mesma iniciativa, mas talvez não tivesse maturidade o suficiente. O fato é que Deus me deu o "dom" da escrita e sinto-me negligenciando-o ao limitar-me unicamente a escrever histórias fantasiosas ou assustadoras. Gostaria de dar um objetivo mais nobre a este "dom" e é o que mais uma vez tentarei aqui.

Gostaria de começar debatendo... O que? Na verdade (e estou sendo bem franco) até o segundo em que escrevo esta frase, não tenho a menor idéia do que vou escrever, mas vou deixar a mão de Deus me guiar e vamos ver o que sai daqui... Felicidade tem peço? Até que ponto podemos nos neutralizar em nome do dinheiro? Como saber que a atitude que está sendo tomada é a correta? Ok ok, não perguntas demais... Vamos tentar respondê-las!

- Felicidade não é comprável, mas um estado de espírito que se conquista por mérito próprio em determinadas situações que são consequencia de atos anteriores buscando um objetivo o qual julga-se ideal para sua pessoa. Ela não é eterna e constante, tendo oscilações, os famosos "altos e baixos". Daí muitas pessoas consideram-se infelizes porque esquecem dos momentos, ainda que não constantes, em que a experimentam em sua maior plenitude. Que momentos seriam esses? Um que seja dedicado a estar próximo ao parceiro(a); aquele que você conseguiu terminar o dia e olhar para trás e ver que cumpriu seus objetivos de maneira honesta e, diria até, pura. Coisas simples mas que quando somadas formam um gigante de bons momentos.

- Para a segunda pergunta, minha resposta é bem simples: se dinheiro trouxesse felicidade, quantos milionários aí teriam evitado o suicídio? Portanto, dinheiro é necessário, sim, mas jamais deve ficar em primeiro plano.

- A melhor maneira para saber se o que se está fazendo é correto é a maneira com que nos sentimos a respeito de tal atitude. A consciência é o maior Educador. Podemos até decidir continuar em uma atitude que a consciencia soa o alarme como errada, mas sempre saberemos qual a verdadeira natureza da mesma.

Com carinho,

Márcio Aragão

terça-feira, 12 de outubro de 2010

VIDEO MOTIVACIONAL

Em minhas "andançadas" pelo You Tube, encontrei esse vídeo... espero que gostem :)



Com carinho,

Márcio Aragão

domingo, 10 de outubro de 2010

PROBLEMAS

O que fazer quando tudo parece ter chegado ao fim? A verdade, meu caro amigo, é que o que parece ser o fim, quase sempre é o começo, pois frequentemente as dificuldades são provações para começarmos a trilhar um novo caminho em nossas vidas. Portanto, quando um obstáculo surgir diante de ti, analise-o com cuidado. Provavelmente mais do que um obstáculo, ele é uma porta que se abre para uma vida nova, onde grandes mudanças acontecerão ao seu redor e, principalmente, a sua situação, seja ela qual for, irá mudar. As pessoas frequentemente lamentam pelos seus problemas, quando, na verdade, deveriam agradecer por eles... Sem os problemas a humanidade estaria estagnada e a evolução seria impossível. Quando um problema te alcançar, sorria. É mais um desafio em sua vida e, ao invés de gastar suas energias lamentando o fardo que carrega, concentre-se em obter forças para contorná-lo. Se as pessoas buscassem forças ao invés de chorar diante dos problemas, provavelmente aprenderiam mais rápido os ensinamentos que estes a trazem e, consequentemente, seriam mais felizes.

Com carinho,

Márcio Aragão

VOLTANDO...

Acordei inspirado hj e escrevi algumas coisas! Pense nelas com muita atenção! :)


A vida está passando por você! Você vai acompanhá-la, ou apenas deixar que se vá?


Mantenha por perto pessoas felizes. E mais perto ainda as infelizes... Auxílio ao próximo é uma das maiores fontes de felicidade!


Se a ti dirigirem palavras agressivas, sorria. Se te agredirem fisicamente, suporte a dor. Nada mais nobre do que absorver esses impactos de forma serena. E nada mais será um golpe tão forte para o seu agressor.



De tempos em tempos, permita-se uma extravagância. Ser correto na vida é muito bom, mas correto demais é perturbador! Quem anda direto na linha, é atropelado pelo trem! Com consciência, de vez em quando, faça coisas que normalmente não faria. Será um pequeno desvio no seu comportamento padrão. E um grande libertador da sua alma!


Não permita que as pessoas te façam sentir inferior. Nada do que elas digam poderá te atingir realmente, a não ser que você permita. Afinal, quem são elas a ponto de determinarem o que você é? O próprio Criador nos deu o livre-arbítrio... Podemos ser o que quisermos!


Grandes expectativas são a maneira mais forte de se conseguir a INFELICIDADE. Permita-se aproveitar cada momento como se fosse O MOMENTO. Faça isso todos os dias e, sem perceber, um dia de cada vez, será feliz por toda a vida.


O ódio é o veneno da alma. Como uma doença, ele se instala e vai nos consumindo aos poucos. Você quer ser uma pessoa doente? Não? Então arranque do seu coração essa enfermidade! Sempre que sentir rancor, ódio, mágoa, mentalize as qualidades daquela pessoa e as coisas boas que ela fez por você. Seu sentimento ruim provavelmente desaparecerá...



Colocar a culpa nos outros é fácil. Reconhecer que fizemos algo para atrair aquela atitude hostil é que é mérito de poucos. Pense nisso.


Não tente fazer tudo de uma vez. Ter uma meta é algo positivo, mas metas demais te deixarão com os pensamentos confusos! Resolva uma coisa de cada vez!


Com carinho,

Márcio

sábado, 27 de dezembro de 2008

REMANDO CONTRA A MARÉ

É complicado seguir uma tendência que não é a da maioria. Quantas vezes já se sentiu diferente, excluído ou sozinho, por não agir de acordo com a maioria? Tenho certeza que pelo menos uma vez... O que fazer nessas horas? Anular-se? Fingir ser o que não é? É bem verdade que o ser humano é um ser social e que para tanto deve ser maleável, mas é necessário saber o limite entre a maleabilidade e a anulação de personalidade pois, conforme já disse em outro texto aqui no blog, anular-se pode, inclusive, AFASTAR as pessoas. O "ponto ideal", na minha humilde opinião, é aquele em que a convivência com os outros torna-se saudável e não "fere" a nossa personalidade. Como fazer isso? Conheça BEM a si próprio e veja quais pontos você pode abrir mão, ( que são aqueles que não vão de encontro aos seus valores) e faça isso, quando necessário; quanto ao restante, defenda-os com "unhas e dentes", afinal, como também já foi dito aqui, os outros TAMBÉM têm de te aceitar como você é! Ninguém é melhor ou pior do que ninguém!

Com carinho,

Márcio Aragão